Os textos deste Blog foram extraídos dos livros de Horácio Netho: "COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais"

"VIA CORAÇÃO, Caminhos da Transformação" - "SUTRAS, Uma Vida Melhor" - "VIA TERRA, Caminhos da Luz"


terça-feira, 18 de julho de 2017

CROP CIRCLES - Temporada 2017










CROP CIRCLE in BULGARIA
(05 de Julho de 2017)




SABEDORIAS da VIDA: AMOR e SILÊNCIO








“Como o atual posicionamento fí­sico da Terra se encontra dentro de um quadrante Galáctico regido pela energia do Raio Cósmico de Amor Sabedoria, todos os seres de todos os reinos deste planeta seguem sob a regência primordial, mas não única, desta energia (Amor) tão enaltecida pelos seres humanos. A compreensão do princípio regente do Raio Cósmico de Amor Sabedoria é acolhido por diferentes seres e de diferentes formas, onde cada ser segue num processo evolutivo de amadurecimento em conta­to com esta energia sutil. A cada progresso ascensional na escala evo­lutiva cósmica a energia do Raio Amor Sabedoria é compreendida de uma forma mais expandida, renovada e lúcida. Uma das formas de incorporarmos o Amor Sabedoria, na Terra, é reconhecermos as necessidades de cada tempo e ciclo cósmico, as suas características e discriminações específicas demandadas sob a égide evolutiva. Desta forma, aqueles que estão mais atentos aos eventos que ora acontecem sob a face da Terra, sabem que estamos em uma inten­sa fase de juízo. Em verdade, as instruções que chegam da Hierarquia Cósmica a esta humanidade afirmam que, não só os seres humanos deste planeta, mais todos os reinos que compõem este mundo e, mais ainda, todos os planetas deste sistema solar, todos os sistemas solares desta galáxia e todas as galáxias deste Universo Local, também estão sob juízo [...] Os seres mais intuitivos e que conseguem seguir às ordens corre­tivas de seus sensores mais internos, seguem de forma mais harmônica a energia do Amor Sabedoria. Quando um ser está bem integrado à sua voz interna, seguindo os seus juízos pessoais e sintonizado harmonica­mente dentro de sua posição hierárquica, seja nas estruturas familiares ou nas sociais de serviços e produção, sua energia vital do campo áuri­co flui sem bloqueios. Desta forma, seus chacras ficam alinhados com as energias superiores e o seu propósito existencial, para com a vida terrena e com a Fonte, ficam espontâneos em sua consciência [...] Para desvendarmos todos estes possíveis mistérios sobre julgamen­tos e Hierarquia, deveríamos simplesmente recorrer ao Amor Sabedoria que se encontra, indistintamente, manifestado em cada um de nós. Pois a essência mais profunda de um ser humano, em última instância para a Terra e neste momentum cósmico, é puro Amor Sabedoria. Vejamos, então, que poucos de nós saberemos verdadeiramente o que possa vir a ser o Amor Sabedoria nos níveis mais altos de sua manifestação. Porém, historicamente, os grandes mestres e instrutores que marcaram a vida ancestral da Terra, sempre apontaram para a voz do coração.”  (Do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”, págs 252 a 254 e 265)








“A aceitação é a base na qual se manifesta o amor cósmico. A aceitação deve ser total e indistinta. Devemos aceitar a forma como se expressa toda a nossa vida externa, mas também aceitar todas as nossas reações internas diante as expressões que vêm de fora, sejam elas positivas, negativas ou neutras. A vida nos traz sempre um aprendizado [...] É preciso amar o opositor. Em outras palavras, é preciso aceitar o que e quem te opõe, unir-se a ele em consciência, dissolver a oposição e chegar à neutralidade da percepção da realidade superior. Um trabalho a ser realizado internamente, dentro de cada ser humano [...] O fruto mais nobre da árvore da vida, a colheita mais sublime e elevada da consciência humana na Terra: o amor sabedoria [...] O amor sabedoria é o portal para Kether, a última sephira a ser alcançada pela consciência humana no seu percurso pela árvore da vida, nos ensinamentos cabalísticos. Este setor do Cosmos, no qual a Terra se encontra, é regido pelo raio amarelo do amor sabedoria. A incorporação consciente da sabedoria do amor é, portanto, o estágio mister a ser conquistado para o ser humano se autorrealizar e tornar-se totalmente liberto [...] O medo inibe o amor e vice-versa [...] Um ser mítico de grande luz pode descer aos mundos dos infernos. Vivencia e olha-o de frente... reconhece-o. Purifica-se, eleva-se e o transcende. Torna-se luz guia para aqueles que seguem a senda do Amor Sabedoria.”  (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”, Horácio Netho)








“Observando o comportamento geral da humanidade, detectamos aqueles que sentem dificuldades em reconhecer as magias do amor, mas também conseguimos destacar aqueles seres que vivem ou viveram uma vida superior com sabedoria, onde o amor em um nível elevado se faz presente. Mestres como Jesus, Yogananda, Sathya Sai Baba, Gautama e tantos outros nos deixaram exemplos de uma vida verdadeiramente amorosa. Porém, os poucos exemplos de seres majestosos como estes que tivemos, nos deixaram não somente as suas mensagens e testemunhos do amor, mas também um vasto acervo dos mistérios que os acompanhavam em suas jornadas pela Terra. Como um planeta situado em um quadrante cósmico regido pela energia predominante do segundo raio de Amor Sabedoria, inerente a todas as manifestações ou eventos que por aqui acontecem, o amor é a energia mister que conduz todas estas nossas experiências. Desta forma, desde o simples cantar de um pássaro, passando pela descoberta ou um invento que revolucione as nossas vidas, ou o reconhecimento da necessidade das chuvas e tempestades, por exemplo, e até mesmo os milagres misteriosos que nos são oferecidos pelos grandes mestres, tudo isto pode ser considerado como ‘produtos’ do segundo raio de Amor Sabedoria que rege as nossas experiências por este nosso lar planetário [...] Quando estamos realmente diante de um Grande Sábio e ‘Mago do Amor’ para a Terra, estamos também diante de algumas características materializadas ali naquele ser. Reconhecendo estas características em um outro ser, um aspirante ou iniciado espiritual pode em muito se beneficiar em sua caminhada evolutiva acolhendo a luz irradiada por este ser, se pré-dispondo às orientações e aos exemplos de vida manifestados por ele.” (Dolivro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, págs 115 e 117)








“Uma consciência humana terrestre imatura e despreparada para as surpresas e profundidade do Amor Cósmico pode ficar frustrada com as experiências que se revelam neste nível de realidade. As perspectivas do Amor mundano comum devem ser destituídas na imagem sugerida pelo homem de mente comum, para que um outro nível mais misterioso do Amor possa lhe ser revelado. É preciso esvaziar-se de expectativas e deixar a mente unir-se ao coração silenciosamente para que os milagres do Amor Cósmico possam nos tocar.”  (Horácio Netho)









“Não há dúvida nenhuma para qualquer ser humano que já tenha tido um encontro profundo com o seu silêncio, que é através dele que as portas dos mistérios se abrem. Nenhum Santo verdadeiro, nenhum iluminado místico, nenhum Mestre Ascensionado, nenhum Avatar reconhecido deixou de nos apontar sobre a importância do silêncio para as suas vidas. Por que será?! Dentro deste mundo formal que experimentamos, um meio de nos relacionarmos com os elementos existenciais de nossas vidas reconhecendo-os, discriminando-os e definindo-os, se dá através do 'Mundo das Palavras'. São centenas de acervos de linguagens faladas e escritas utilizadas pela humanidade, na Terra, para relacionar-se com as experiências deste planeta. Somente, no Brasil, há mais de uma centena de linguagens escritas e faladas diferentes, devido à riqueza diversa das Culturas Indígenas locais. Para cada linguagem criada pelo ser humano há uma forma diferente de contato com as realidades. Além do mundo manifestado das palavras e dos seus sons, há um silêncio sustentado por um eterno vazio cósmico que resguarda e protege os mistérios da vida. Este vazio cósmico é que mantêm o propósito original dos arquétipos que vamos experimentando em nossas relações pelo planeta. Já manifestado no mundo formal, qualquer elemento existencial (um objeto, um animal, uma árvore, uma cor, uma nuvem, etc.) tende a receber uma denominação para a sua discriminação, que vem acompanhada de um som de identificação. Porém, a semente arquetípica se preserva no mundo invisível e imanifestado, onde o 'Mundo das Palavras e dos Sons' não pode penetrar. Desta forma, quando queremos nos aproximar mais das verdades superiores de Deus ou da Fonte, necessitamos nos aprofundar em nosso próprio silêncio. Através do silêncio profundo, há aqueles que conseguem desestruturar e transcender o Mundo das Palavras para a Terra, conseguindo se aproximar dos propósitos arquetípicos da Fonte para cada elemento formal manifestado neste planeta. Estes seres podem interagir conscientemente com a Matriz do planeta e auxiliar no aperfeiçoamento dos moldes propostos para uma vida superior. Neste ínterim, alguns dos novos conteúdos formais que já estão sendo bem divulgados, referentes à nova apresentação da espiritualidade para a Terra, podem ganhar um sentido transcendental mais profundo diante os insights que vêm do silêncio. Nomes como CONFEDERAÇÃO INTERGALÁCTICA, Fraternidade Branca, Portal Interdimensional, Extraterrestres e Intraterrenos, Avatar, Naves, etc... podem ganhar uma lucidez mais real quando observados em uma prática mais disciplinada de silêncio. É que além de todos os nomes que existem, que soam, que temos, que usufruimos... há algo maior indefinível pelas letras e pelos sons, onde a CONFEDERAÇÃO INTERGALÁCTICA e os ainda não confederados são crias de um única e mesma Fonte. Onde não sabemos o que somos, mas nossas realizações e fé ganham sentido...” (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, págs 269 a 271)








“Quanto mais harmonizado se encontra o ser, mais ele se sente completo em sua solidão, em seu retiro, em sua quietude e em seu silêncio. Refúgio do EU maior [...] O silêncio ensina sob inúmeras formas diferentes. Cada um aprende com o silêncio, através de insights, de acordo com o seu feeling e as suas necessidades [...] Há os que convivem com o silêncio. Há os que percebem o silêncio. Há os que observam o silêncio. Há os que escutam o silêncio. Há os que entendem o silêncio. Há os que interpenetram o silêncio e há os que se unem a ele [...] O silêncio, a retidão em si, a quietude mental e a atenção plena constituem a plataforma para a transcendência do ego. A bem aventurança e a autorrealização estão num nível bem acima desta plataforma [...] Há um momento em que o buscador espiritual deve deixar de lado todos os ensinamentos adquiridos até então, pois estes já cumpriram os seus propósitos. É chegada a hora de esvaziar-se completamente, entregar-se e prosseguir no caminho apenas guiado pelo seu silêncio interno. Neste momento, ele desiste de tudo, inclusive de ser um buscador, e passa a ser o buscado. A vida oculta o reconhece e pede permissão para lhe direcionar para além do que se possa ser alcançado humanamente [...] Há os que temem a solidão. Não conhecem a sua essência. Nunca reservaram tempo para retiros aquém do movimento sistêmico da humanidade comum. Nunca confidenciaram com a sua voz superior em quietude. Não conhecem os segredos do seu próprio silêncio. Nunca tiveram encontros com as suas verdades mais profundas. Não são íntimos de si próprios. Para estes a solidão é um mal a ser evitado. Pura ignorância [...] Um grande auxílio a um ser pode vir do simples fato de silenciarmos, nos mantermos serenos, equilibrados e centrados em nossa quietude. Por vezes, nos afastarmos e deixarmos que ele confirme ou se desiluda com aquela verdade que busca defender [...] Quando a ignorância se impõe autoritariamente, a sabedoria entra em retidão silenciosamente e aguarda. De outra forma, quando chega o momento da sabedoria manifestar-se, enfim, a ignorância sofre em sua dor [...] Devemos discernir entre o calar da timidez e o silêncio da sabedoria. Entre a fala da ignorância e a voz da instrução elevada [...] Os iniciantes do caminho espiritual conduzem mentes imaturas. Elocubram gratuitamente, especulam desafortunadamente, geram devaneios e criam ilusões. É preciso silenciar e estabilizar a mente para que ela se aperfeiçoe e permita-se ser tocada pela luz da alma e do espírito [...] Há quem busque a verdade nas mentes ou nas palavras faladas ou escritas dos outros. A verdade deveria ser buscada, principalmente, no próprio silêncio pessoal. Mesmo assim, quando ela não se mostrar, é porque assim deve ser. Assim como a verdade, Deus, amor, sorte, justiça, poder, ilusão, acaso, tempo e distância são alguns elementos da vida humana que necessitam de profundas meditações e investigações.”  (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”, Horácio Netho)








“Em silêncio, o nível mais alto da consciência de um determinado ser humano pode ficar ativo por mais tempo. As dimensões mais eleva­das para a Terra encontram, no silêncio de um ser humano, a senda por onde podem se fazer conscientes.”   (Do Livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação” , pág 167)







“O encontro com o divino não ocorre seguindo caminhos inflexíveis e sob crenças pré-estabelecidas. É preciso entregar-se profundamente ao silêncio interno, distanciar-se de toda e qualquer crença pessoal ou coletiva e buscar penetrar o vazio da existência. Devemos aquietar nossas mentes e deixar que a própria vida superior nos conduza, mostrando-nos o mais adequado para cada momento e ser, sem nenhuma expectativa [...] Todos devem saber guardar segredos, silenciar em retidão para não falar desnecessariamente a quem não se deve. A lei do silêncio é campo de provação para aqueles que penetram a vida superior. A quem necessite e se baste com apenas uma laranja, dar-se-á apenas uma laranja [...] Enquanto os homens viverem a realidade limitada das palavras e ficarem presos a elas, ficarão no mundo da separatividade. As palavras definem, fecham conceitos, limitam espaços e tendem a cristalizar crenças. Tudo isto é transitório. Por sua vez, a consciência do silêncio profundo esgarça todas as limitações das palavras, expande as realidades e unifica a vida em uma linguagem superior. Perde-se, então, o sentido das palavras e do seu uso comum, pois elas não conseguem penetrar nem sobreviver ao mundo superior [...] Um grande mestre resguarda parte dos seus ensinamentos ocultamente e em silêncio. Reserva-os somente para alguns escolhidos e em momentos adequados. Sabe que o caminho requer busca, perseverança, investigação, devoção, mérito e iniciação por parte do peregrino espiritual. O desvelar de um mistério ganha mais força, importância e poder quando exige algum esforço por parte do buscador. De outra forma, não receberia a devida atenção por uma consciência acomodada, preguiçosa e que recebe tudo fortuitamente em suas mãos [...] Ao falar abertamente sobre a sua sabedoria, sua iluminação pessoal ou a sua autorrealização, o ser humano pode sentir a sua própria luz se enfraquecer. Quanto mais silenciosa e oculta é a ação de um ser mais poderosa e forte é a sua luz. O silêncio é um vetor inerente da presença mais poderosa do amor sabedoria que vem de Deus [...] Em certo momento, o homem percebe que todas as suas palavras proferidas externamente serviram mais para a sua própria formação interna. A partir daí, ele busca falar menos, ouvir mais e recolher-se na sabedoria do equilíbrio de seu silêncio profundo [...] É preciso reconhecer que há momentos em que palavras, diálogos, conceitos, explicações, sons... não adiantam. São os momentos do silêncio, da quietude, da retidão e da sabedoria maior. Sede silêncio e nenhum som te perturbarás [...] Algumas verdades moram no silêncio. É só lá onde podemos ouvi-las [...] Alguns falam por simples excitação ou inquietude, outros por sabedoria. Alguns calam por inibição ou timidez, outros por sabedoria. O equilíbrio harmônico entre fala e silêncio é uma das bases que sustentam a sabedoria humana na Terra.”  (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”, Horácio Netho)










sábado, 8 de julho de 2017

CIÊNCIA das DIMENSÕES e REINOS PARALELOS




“A multidimensionalidade, os diversos campos de energias que nos rodeiam, a conexão com seres de outras dimensões fazem cada vez mais parte da experiência de vida de um número significativo de seres humanos. Entrar em contato com essas dimensões é percebermos que somos muito mais do que os limites que a terceira dimensão nos impõe. Essa ampliação de percepção nos leva a reconhecer que somos seres cósmicos e galácticos.”  Marília Rabelo - Jornalista  (Prefácio do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”





REVELANDO DIMENSÕES - CENTROS PLANETÁRIOS 
e CIDADES ETÉRICAS de GAIA  
(SOL AHIMSA)




“O estudo sobre as dimensões existenciais estão entre os temas principais que estão sendo abordados pelos atuais buscadores da “Senda Espiritual”. Com a constante divulgação em alguns meios espiritualistas sobre as mudanças de dimensões que estão acontecendo com a Terra, muitos procuram ter um maior conhecimento sobre estas realidades. Desta forma, há duas abordagens que podemos seguir para uma melhor compreensão sobre as dimensões. Podemos estudar as pesquisas da ciência acadêmica da Terra, principalmente as teorias que sustentam a denominada ‘Física Qüântica’. Em paralelo, podemos optar pela abordagem que vem dos acessos conscientes de outros seres humanos que transitam por algumas destas dimensões nos trazendo informações e testemunhos sobre estas realidades. Neste paralelo de abordagens diferentes, percebemos que há uma proximidade considerável entre os atuais caminhos da ciência terrestre e da espiritualidade cósmica. Enquanto a ciência da Terra já considera a existência de pelo menos onze dimensões, teorias espirituais relatam de pelo menos doze dimensões. A questão das dimensões em si, não seria somente reconhecê-las e defini-las, mas observar quais as possibilidades que nós humanos terrestres temos na interação com estas realidades [...] A Terra está transitando da quarta para a quinta dimensão e, em breve, as realidades da quinta dimensão serão a ‘plataforma de base’ sobre a qual todas as experiências humanas irão se desenvolver neste planeta. Uma das conseqüências principais que o acesso à quinta dimensão promove em uma consciência humana que a experimenta, é a alteração da noção dos espaços-tempos. Assim como a ciência da ‘Física Qüântica’ afirma que não se pode falar de ‘tempo’ em separado do ‘espaço’, isto é uma realidade clara e lúcida para um ser humano que experimenta esta quinta dimensão. Da mesma forma, ele reconhece que há uma interligação consciente entre os eventos atemporais em paralelo, onde presente, passado e futuro são apenas vetores de algum nível da sua consciência holística. Enfim, estamos sim em tempos especiais. Há três décadas, se comentássemos que o tempo estaria passando mais rápido, acelerado, seríamos uma exceção. Porém, hoje, somos uma exceção se afirmamos exatamente o contrário. Sem perceber ou ao menos conseguir explicar o que está acontecendo, muitos seres humanos estão acompanhando as emissões de energias que vêm da Fonte, penetram o nosso universo, a nossa galáxia, o nosso sistema solar e é absorvido e redimensionado para os propósitos do nosso belo planeta Terra. As regras do jogo da vida estão sendo alteradas com novas dimensões ficando mais disponíveis.”   (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, págs 134, 136 e 137)






VIDA ESPIRITUAL, CORPO de LUZ e 5ª DIMENSÃO
(TRIGUEIRINHO)





“A Fonte possui inúmeras facetas que se expressam através da sua multidimensionalidade. Pequenos e grandes jogos divertidos são componentes indispensáveis projetados na vida humana, demonstrando a magnificência, a leveza, a perfeição, a seriedade e o bom humor que há por trás da experiência de Deus [...] A vida externa de um ser é projetada a partir da sua realidade interna atemporal. Há um campo atrativo gerador de eventos correspondentes aos seus votos internos, ao seu nível de provação, às suas iniciações consumadas, aos seus propósitos ocultos e ao seu quantum de luz áurica. Esta correspondência é coerente, seguindo uma lógica superior e confirmando o seu estágio evolutivo. Constrói-se a partir da multidimensionalidade da Fonte [...] A mente humana considera que o ser está sempre indo a algum lugar em um ponto futuro, uma verdade para ela. Porém, esta é uma ilusão espaço-temporal da sua parte concreta. Em verdade, o ser humano sempre está em algum lugar no eterno agora, numa dimensão mais elevada da consciência. É esta a consciência superior sutil abstrata que corrige a ilusão concreta. A prática da atenção plena impulsiona a elevação da consciência à inclusão e incorporação do momentum do eterno presente desta dimensão superior. Glândulas cerebrais ativam estas realidades. Um sábio se estrutura a partir daí, nesta maestria ascensional [...] A ciência da física quântica cita a existência de pelo menos onze dimensões. Seres espirituais informam da existência de doze dimensões acessíveis à consciência humana para a Terra, descrevendo detalhadamente as características e funcionalidade de cada uma. Todo ser humano possui uma frequência vibracional específica em seu campo energético áurico que corresponde à sua capacidade de acessar estas dimensões da existência de forma consciente. Quanto mais energia tem uma aura humana, mais luz atrai, sustenta e possibilita o acesso às dimensões mais elevadas. Cada dimensão possui uma linguagem própria diferenciada e necessita de um estrato do veículo mental hábil e preparado para transcodificar e redimensionar a leitura do seu nível [...] Os elementos constituintes da Terra (água, ar, fogo e terra) estão multidimensionalmente interconectados dentro do holograma humano, interagindo inteligentemente como um único corpo. O uso indevido destes elementos pelo homem, dentro da natureza planetária e como um condutor deles, através do seu próprio corpo físico, tem contribuído para movimentos cataclísmicos externos. Desta forma, os ciclones, os maremotos, os terremotos, as tsunamis, as secas, as enchentes, as tempestades, as epidemias e os incêndios que estão vindo por meio da natureza livre da Terra, atualmente, são retornos parciais de parte do comportamento humano desequilibrado. Somente quando o homem comum se elevar e perceber a sua interação constante, direta e interdependente com a natureza planetária e cósmica é que ele poderá auxiliar conscientemente para a paz e o equilíbrio com a vida [...] Por mais que os cientistas pesquisem, descubram, teorizem e fundamentem sobre as dimensões da existência eles não as vivenciarão por este caminho, apenas as confirmarão. Os portais de acesso às dimensões da existência são abertos dentro do próprio ser humano, numa interconectividade multidimensional perfeita da ordem sideral. Para este planeta, a abertura destes portais cabalísticos internos se dá por meio de provações, iniciações e sutilizações da consciência humana. Aos poucos, a cada passo dado no caminho pessoal, o ser humano vai se aproximando do verdadeiro propósito de sua vida superior [...] O autoconhecimento é uma referência transitória que persiste para a consciência humana, enquanto esta vivencia as suas realidades percebendo-se em separado para com a rede que sustém a unidade cósmica. Quando a consciência humana atinge um determinado estágio de maturidade e evolução, finda-se o processo de autoconhecimento como referência. As realidades internas e externas se apresentam interconectadas. Daí, o processo transforma-se, natural e automaticamente, em TODO CONHECIMENTO. É que a própria consciência humana passa a não identificar-se mais com os seus limites corpóreos comuns, pertinentes a este reino. Percebe-se estendida, atraída e integrada a um corpo maior. Desta forma, a unidade cósmica conspira favoravelmente para a expansão deste evento interno, oferecendo apoio externo e elementos que sutilizam a consciência humana, dando suporte para os acessos às dimensões mais altas e confirmações destas realidades superiores [...] O simples fato de se ir a um supermercado fazer uma compra de utensílios e mantimentos, pode ser uma manifestação física carregada de desejos sutis e ocultos. É preciso muita sensibilidade interna para se perceber quais os propósitos que fundamentam e motivam este simples ato comum. Neste momento, por exemplo, pode-se estar sendo montado multidimensionalmente um campo de provação para um ser. Os seres mais inconscientes e ignorantes sequer percebem as consequências de seus simples atos individuais e rotineiros, das suas escolhas pessoais, quanto menos detectam as suas interferências na consciência coletiva [...] A órbita da consciência planetária da Terra está inserida, entre 1992 e 2012, em uma zona cósmica definida pelas profecias da civilização Maia como Tempo do Não Tempo. Este evento traz transformações na malha energética da Terra, alterando a consciência perceptiva espaço-temporal de toda a humanidade deste planeta. Glândulas humanas (Pineal, Pituitária, Tireóide, etc.) são atualizadas e passam a responder por uma nova ordem dimensional. A aceleração sensitiva do tempo externo impulsionará os seres humanos mais intuitivos a descobrirem os seus próprios tempos internos. A atual ilusão espaço-temporal consensual da Terra será transcendida com uma maior facilidade pela humanidade, decorrente da própria evolução planetária [...] Muitos seres humanos se motivam curiosamente pelos fenômenos ditos extraterrestres. Armam campanas, sistemas de pesquisas e métodos de investigação para contatarem seres extraterrestres. Somos contatados por eles, diariamente, em várias dimensões e estamos praticamente inconscientes desta realidade. O maior fenômeno que o ser humano pode testemunhar é a alteração da sua própria consciência, trazendo à tona os seus processos inconscientes. Esta deveria ser a maior motivação de investigação fenomênica na vida humana, pois assim muitos mistérios se desvelariam e, a partir daí, a vida extraterrestre se tornaria acessível, amorosamente.”  (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”)





EVOLUÇÃO CÓSMICA na TERRA, DIMENSÕES
e a CONFEDERAÇÃO INTERGALÁCTICA
(SOL AHIMSA)




“Algumas abordagens terapêuticas que estão já sendo veiculadas se tornando populares demonstram o nível de evolução a que esta hu­manidade está se encaminhando. Desta forma, terapias como o Reiki e a Cura Quântica, por exemplo, usufruem de técnicas de trânsitos in­terdimensionais conscientes. Através de mantras e simbologias sagra­das, as consciências cósmicas das Hierarquias superiores e dos diversos Conselhos Galácticos e Universais começam a agir de forma mais pró­xima, conscientes e em comunhão com os seres humanos terrenos se­lecionados e preparados para estes propósitos. As percepções espaços-temporais terrenas são paulatinamente transcendidas nas consciências dos seres que lidam com estas abordagens terapêuticas, e estes deixam seus registros nos éteres da Terra em benefício do aprendizado coleti­vo de toda a raça. Espalhadas pelo planeta, em diversos países, estas abordagens vêm ganhando força e despertando a humanidade para as outras dimensões superiores [...] Ao alcançar a consciência da oitava dimensão, acima da consciência de consenso da humanidade (quarta dimensão), o iniciado experimenta um estado de união (samadhi) com a Fonte da vida, em momentos contemplativos. Já a partir da déci­ma dimensão, a consciência do ser humano perde consideravelmente o sentido do EU. A atual codificação genética (DNA) para o desenvolvi­mento desta raça humana é, por si só, um vetor limitante de acesso da consciência aos níveis das dimensões cósmicas mais elevadas. Até a sétima dimensão, há inúmeros seres humanos imateriais de consciências não espirituais que transitam pela experiência da vida, na Terra. Seres com consciência espiritual transitam acima da sétima dimensão. Cada dimensão existencial requer um acervo experiencial, nos oferece propósitos e deve ser vivenciada segundo a sua expressão.”  (Extraído do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”, págs 191 e 192)




SOBRE as GUERRAS e as DIMENSÕES
(TRIGUEIRINHO)








“Chega a ser arrogante a tentativa que o ser humano faz para compreender a natureza mais profunda de Deus. A partir da dimensão terrena, inúmeras limitações estão sobrepostas cerceando o alcance desta tentativa. Por mais elevada e profunda que seja a penetração de uma consciência humana nas dimensões superiores, estaremos ainda distantes e em mérito especulativo sobre a natureza holística da existência [...] O sábio mestre vê no escuro. Enxerga realidades ocultas. Conduz a luz sutil que penetra dimensões. Destitui as camadas mais densas das formas e revela a abstração. Permeia a vida comum de forma incomum. Abre lastros de compreensão onde a ignorância pondera. É lua cheia em noite de caminhada. Reflete a luz do sol guiando os peregrinos... Ilumina [...] Com a meditação analítica e investigativa, o ser pode perceber como se manifestam e quais espaços ocupam as suas dimensões física, emocional e mental [...] Dimensões superiores só podem se tornar acessíveis, quando o ser humano consegue focar a sua atenção essencialmente no tempo presente. Qualquer crença consciente que desloque a atenção para o passado ou para o futuro impede que a consciência penetre a sutilidade da quinta dimensão acima. Desta forma, para se transcender passado e futuro, o ser humano deve estar ao máximo atento na sua presença no agora. É nesta consciência do espaço-tempo do agora que grandes verdades se expõem, as dimensões superiores se sustentam e possibilitam a transição pelos portais da atemporalidade [...] O espaço-tempo que vivenciamos em nossa realidade terrena é limitado pela consciência do planeta. Esta limitação está se dissolvendo e alterando a percepção coletiva e planetária da consciência espaço-temporal. A própria ciência humana já está preparada para esta realidade, dissolvendo ilusões e abordando este tema com plena disponibilidade. Espiritualmente, a Hierarquia Cósmica aguarda o momento adequado para utilizar os treze discos solares que estão resguardados na Terra, para sintonizar e alinhar um ajuste do espaço-tempo planetário com o espaço-tempo cósmico. Um avanço quântico nas interrelações dimensionais da vida universal abre-se para a Terra [...] Muitos buscam ver os milagres dos seres divinos como quem vai ao circo ver o mágico e sua mágica. Os milagres divinos possuem mensagens em seus contextos. Em sua maioria, ocorrem despercebidos e ocultamente nos planos sutis. O ser divino não intenciona a curiosidade fenomênica do milagre, mas o ensinamento do mistério das dimensões da vida. O seu maior milagre é a sua simples existência consciente na unidade [...] O alimento físico sustenta a existência humana neste plano. Há alimentos sutis e energéticos que sustém a vida nos planos superiores. O homem pode redimensionar o seu sistema de troca energética e nutrir-se de fontes mais sutis... uma iniciação [...] Há seres humanos que desejam ser curados através das resoluções dos seus meros problemas pessoais, sejam físicos, emocionais ou mentais. A verdadeira cura requer um momento adequado para se manifestar. Envolve um movimento amplo que transcende as questões pessoais de um só ser humano. Interliga vários níveis de ajustes dimensionais da consciência e uma egrégore de seres existentes. Só se realiza, quando um equilíbrio se faz imanente, em respeito às várias leis que interagem holisticamente. Depende de uma conjuntura justa para com a humanidade, com a Terra e para com Deus [...] Somente em um coração que conheceu a quietude e a serenidade, as dimensões mais altas podem se ancorar. É que há a necessidade de uma estabilidade atômica que possa suportar as frequências vibracionais superiores. As virtudes aprontam a aura [...] Para aquele que se uniu ao seu espírito não há tempo e distância terrena... ilusão transcendida. Os limites de sua ação ultrapassam a dimensão material e penetram os mundos sutis. Acima do atman, a vida atemporal flui e a consciência navega livremente [...] O tempo da vida comum é uma referência. Porém, o tempo interno e pessoal é o que deve servir de guia maior. Ele está centrado na dimensão da realidade pessoal e precisa ser compreendido e respeitado. Faz uma conexão relativa com os fatos eternos e externos projetados para cada ser, especificamente. Não segue necessariamente a ordem referencial do tempo coletivo planetário. Faz-se sensível na conexão direta da Fonte com a consciência individual do ser. Transcende e liberta o homem em direção ao inusitado [...] O homem evolui através da sua própria superação. Este processo se dá por uma conjuntura de provações seguidas pela qual ele necessariamente passa. A inteligência superior da vida multidimensional oriunda da Fonte se encarrega de construir os contextos adequados para a manifestação do campo de provas [...] Nascer e morrer são experiências existenciais ainda necessárias para a dimensão humana na Terra. São intervalos transitórios e ilusórios no percurso da vida eterna [...] A teoria científica da física quântica afirma que tudo aquilo em que o ser não acredita deixa de existir. Ou seja, somos nós que selecionamos parte de nossas próprias verdades e realidades, gerando as respostas para os eventos em nossas vidas. É neste ínterim, que o ser humano pode se limitar e bloquear o acesso aos níveis divinos do seu EU. Raros são os seres que se transcenderam e aceitaram as palavras de Jesus, quando ele afirmava que os que tinham fé nele poderiam fazer mais que ele próprio. Aquele grande mestre sabia que a própria evolução da Terra iria oferecer certas condições cósmicas, para que outras dimensões superiores ficassem acessíveis mais facilmente. Desta forma, grandes iniciados com os mundos sutis poderiam realizar o que a humanidade comum ocasionou chamar de milagres. É preciso ter conhecimento e sabedoria para se gerar a luz suficiente que permita a um ser humano penetrar na essência da fé que tudo pode e realiza. Nem tudo é impossível sob a luz do Cristo Cósmico [...] Em termos evolutivos, um ser que está à frente no caminho pode apresentar realidades totalmente incompreensíveis para outro que se encontra mais atrás. Assim é a natureza ascensional. Uma dimensão superior abarca e compreende uma dimensão inferior. Por sua vez, uma dimensão inferior não tem capacidade de penetrar a natureza de uma dimensão superior [...] Há seres humanos que veem as profecias com os olhos da desconfiança e do medo. Ignoram a grandeza da multidimensionalidade acessada e veiculada pelo profeta, nos vetores dos espaços-tempos. Ficam no campo superficial das especulações e das crenças, perdendo oportunidades de usufruírem destes eventos como uma ferramenta para investigar melhor os mistérios que a vida nos oferece para um autoconhecimento. As profecias deveriam ser usufruídas como recursos imprescindíveis para uma compreensão adequada sobre as realidades dimensionais do Cosmos [...] Não é a quantidade de silêncio na vida de um ser que qualifica a sua sabedoria. É a qualidade sensível deste silêncio e a sua relação com ele, enquanto mistério de vida. É o potencial do alcance dimensional que este silêncio lhe credencia a navegar pelos mundos ocultos, espontaneamente, em contato com as inspiradoras fontes celestiais. O sábio é aquele que, além da qualidade do seu silêncio, consegue redimensionar suas inspirações captadas naqueles mundos impalpáveis aos planos das palavras terrenas, faladas ou escritas, assim como aos planos dos movimentos dos corpos materiais com um mínimo de distorção arquetípica e desvio de energia. Sua mente superior encontra-se desperta e qualificada para projetar as ordens harmônicas dos céus, através do som, das letras simbólicas e dos movimentos corporais no mundo formal desta Terra [...] Quanto mais se aprofunda o contato íntimo com o mundo espiritual e com outras dimensões, mais o ser reavalia e reestrutura as verdades da sua vida [...] Parte do mistério da existência está inscrito na essência mais profunda do ser humano, no templo da criação que interliga as dimensões... o coração [...] A vida é perfeita e harmônica, em todas as suas dimensões. Até mesmo o que chamamos de desarmonia é, de fato, a perfeição da vida se manifestando, além da dualidade [...] Não é o simples transitar pelas consciências dimensionais da existência, mas compreender o que cada uma requer de nós [...] Quando um ser humano portador de grande luz entra em contato com o campo energético de um ser humano comum, duas situações podem ocorrer. Primeira: o ser iluminado redimensiona a sua luz conscientemente, a reduz e a adapta para as condições de contato adequadas à compreensão do outro. Segunda: o ser iluminado mantém o nível mais alto de luz suportável pelo outro, infringindo-o algum tipo de sofrimento transformador. Entenda-se luz por conhecimento e sabedoria [...] O inconsciente humano age além do espaço-tempo consensual da coletividade da atual raça terrestre. Ajusta as relações de causa e efeito, preparando a experiência evolutiva a ser vivenciada pelo ser em comunhão com outros reinos, mundos e dimensões [...] A partir da sua dimensão de linguagem, as palavras tentarão expor uma apresentação, uma imagem ou uma ideia sobre as realidades divinas. Mesmo usufruindo das combinações mais harmônicas e perfeitas entre as palavras, em qualquer idioma, o plano divino ainda será distorcido. A consciência humana só compreenderá a divindade por via direta e esta via é acessada por meio do silêncio, da concentração, da pureza, do estado meditativo e contemplativo [...] Neste exato momento, podemos não acessar as nossas expressões em outras dimensões superiores. Ao afinarmos a nossa vibração consciencial, podemos nos conectar a estas realidades. Enfim, véus caem e nos descobrimos em outros mundos [...] A consciência da vida maior intenciona revelar o sentido da unidade existencial das realidades acessíveis. Há um momento para isto. Quando a oitava dimensão se faz presente e sensível à consciência humana, o ser compreende e incorpora esta realidade. O homem comum dá lugar ao homem espiritual. Neste ínterim, pode-se viver na vida comum, mas o enfoque está a serviço da vida divina [...] Em breve, as humanidades da Terra terão relações elevadas com as dimensões superiores da vida, como têm as humanidades de Canopus, Vênus, Plêiades, Sírius, Arcturus, Centauro, Órion, Júpiter, Lira e Mercúrio.”   (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”)






CIÊNCIA ESPIRITUAL - DIMENSÕES
(DOCUMENTÁRIO)




"Quando uma mente humana adquire uma certa maturidade para concentrar-se e estar mais atenta aos eventos da vida, ela pode praticar algumas técnicas meditativas que levam a processos reflexivos sobre a dinâmica da vida holística. Em alguns casos, este tipo de mente pode proporcionar o despertar do "Corpo de Luz" para a consciência do ser humano e este reconhecer as realidades holográficas iluminadas da existência. Neste caso, a quinta dimensão passa a ser acessada e as experiências dos espaços-tempos do "agora" e do "presente" são transcendidas, através do usufruto de portais de consciência que passam a se apresentar para este ser humano. A humanidade como um todo está sendo preparada para desfrutar destas realidades da quinta dimensão, sendo que alguns elementos que caracterizam a dinâmica da vida na quinta dimensão já estão sendo incorporados na vida comum e usual das civilizações terrestres. Atividades à distância são uma das realidades mais marcantes da dinâmica que a quinta dimensão oferece e, não por acaso, é notório o crescente aumento do envolvimento da humanidade com atividades à distância. Cursos, seminários, congressos, conferências, atendimentos terapêuticos, compras e outras atividades estão cada vez mais sendo realizadas à distância. Em síntese, o símbolo maior que foi introduzido na Terra e está se manifestando como uma ferramenta fundamental para a dinâmica civilizatória de quinta dimensão é a "INTERNET", a rede mundial de computadores é um "Portal" que está acelerando os processos evolutivos e ascensão da consciência coletiva da humanidade como nunca antes acontecera. Aos poucos, a humanidade sairá da escuridão dos últimos milênios e adotará um ritmo evolutivo superior imponderável para os tempos de hoje. Bênçãos para a vida na Terra."   (http://horacionetho.blogspot.com.br/)   





FUTURO da TERRA, HIERARQUIAS MULTIDIMENSIONAIS
(MÔNICA MEDEIROS)



“Em silêncio, o nível mais alto da consciência de um determinado ser humano pode ficar ativo por mais tempo. As dimensões mais eleva­das para a Terra encontram, no silêncio de um ser humano, a senda por onde podem se fazer conscientes.”  (Do Livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação” , pág 167)





 OS SERES DIMENSIONAIS
(CONSCIÊNCIA CÓSMICA UNIVERSAL)




“Sob o ponto de vista específico da consciência espiritual, a educação deveria ser direcionada para um conhecimento sobre as diversas naturezas dos Reinos paralelos ao humano (mineral, vegetal, animal, espiritual, etc.), oferecendo a oportunidade do homem se autorrealizar numa integração harmônica para com o planeta e com o Cosmos. A educação deveria ser uma atividade lúdica, livre e flexível, sem metas totalmente estabelecidas. Esta educação deveria partir do próprio autoconhecimento humano e ter como base de sustentação o respeito e a reverência por todos os seres que compõem a diversidade da vida. Esta educação também deveria oportunizar ao homem uma capacidade reflexiva sobre os propósitos simbólicos das experiências que ele vivencia. Porém, devemos ter a sabedoria de que todas estas crises que os nossos sistemas educacionais estão enfrentando fazem parte de um processo seletivo do próprio Amor Sabedoria que rege este nosso planeta Terra. Ou seja, quando nos distanciamos da harmonia que o Amor nos propõe para com os Reinos paralelos, crises são geradas de forma inteligente para que possamos encontrar as nossas próprias respostas e reencontrar uma nova harmonia, em um nível mais elevado.”   (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, pág 48)





UNIVERSALIDADE dos REINOS, 
CIÊNCIA e INTUIÇÃO
(TRIGUEIRINHO)